19 de junho de 2017

Medos na vida pós câncer

Pensava que para tudo se tinha um porque, uma explicação. Mas quando chego na sala de espera na clínica de oncologia percebo que tem coisas inexplicáveis e sem motivo.

• Porque o protocolo de quimioterapia super novo e bom deu certo em mil pacientes e naquele senhor do canto não?
• Porque o câncer aparece na vida de uma jovem recém casada e grávida?
• Porque eu, depois de tudo que passei, ainda tenho medo?


Hoje tento entender porque não consigo confiar na minha cura. Porque o medo em cada exame, cada imagem, cada dor. Eu venci o câncer, mas as vezes parece que não tenho o poder da vitória.
Achei que quando eu crescesse eu ia ser dona de mim e dos meus sentimentos. Que iria entender e aceitar que a pior parte foi, e cada dia que passa, é um dia mais longe da doença que mais me tirou pessoas amadas na vida.

Não, não tem explicação. Na verdade sei que meus amigos guerreiros entendem o que tento expor nestas palavras, mas ninguém nunca vai entender por completo quão doida é essa vida contra o câncer.
Ou você acostuma, se adapta, aceita, ou não sobrevive. E não falo somente da luta diária com os medicamentos, cirurgias e etc. Falo da luta diária em ignorar o medo, enfrentar as pirações e seguir em frente.
Cada vez que chego aqui, acontece uma mistura entre a certeza de que está tudo bem, e a insegurança de que tudo esta prestes a desmoronar.

"Algumas guerras nunca terminam. Algumas acabam em tréguas desconfortáveis. Algumas guerras resultam em total e completa vitória. Algumas guerras acabam com paz. E algumas guerras acabam com esperança. Mas todas essas guerras são nada comparadas com a mais assustadora de todas: aquelas que você ainda tem que lutar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adolescentes Superam © 2014 . POWERED BY BLOGGER . ILLUSTRATION BY BELL MITYSHU . THEME BY LALONITA e LARISSA BÉS